Jornal Voz do OesteJornal Voz do Oeste

SÃO MIGUEL DO IGUAÇU TEMPO

Regional  |  Sexta, 02 de Outubro de 2020, 08h29min

Vereadores de SMI rejeitam pedido de Investigação e cassação do Prefeito Dutra

Redação Jornal Voz do Oeste
Fonte: Jornal Voz D´Oeste
Pinterest Facebook
Vereadores de SMI rejeitam pedido de Investigação e cassação do Prefeito Dutra

Em Sessão Ordinária realizada no dia 23, os vereadores de São Miguel do Iguaçu rejeitaram dois protocolos feitos por moradores do município pedindo a cassação do mandato do prefeito Claudio Dutra, preso preventivamente no dia 23/09, durante a operação em fraudes de licitações (Viação Fantasma).

As duas votações foram 5x2 votos. Dos nove, um vereador não esteve na Sessão e como não houve empate, não precisou do voto do presidente.

 - 2 Votos a favor da cassação e investigação: (Ari L. Jarczewski e Eliseu Presa);

- 5 CONTRA A CASSAÇÃO E INVESTIGAÇÃO: ( Lafaiete, Alfredo Junior, Wando da Garagem, Francisco Motta, Giovanni Vissotto);

 - Presidente Boaventura Motta não precisou votar, em caso de empate ;

 - 1 faltou a sessão: (Marquinhos Murback);

Vejam que o processo de impeachment de um prefeito passa por diversas fases e tem um prazo de 90 dias, podendo envolver duas votações na Câmara Municipal. Durante o processamento do pedido, o prefeito não é afastado da função.

O que se vê é uma Câmara Municipal munida de argumentos em favorecimento a corrupção e defensor do corrupto. Se detêm em simplesmente fazer  que manda o (chefe). Isso não é de agora e sim se arrasta por anos, são uns fantoches na mão daqueles que usufluir e têm o dinheiro, para fazer do político a sua gangue, que a sua munição e arma é o poder e a caneta, usando com eloquências palavras hipócritas para defender o indenfensável.

O fato é simples “faço ou que eu digo, obedeça minhas ordens ou arquem com as consequências”.

A Câmara Municipal de São Miguel do Iguaçu, virou um cabide de emprego e não um poder para fiscalizar e ajudar o povo sãomiguelense. Tendo sempre a maioria, fez desta casa de lei, não importando se o Prefeito foi preso por fraude, desvio de verba pública, se a saúde está sendo escaupelada, outros setores sendo deteriorados, inúmeras firmas fantasmas criadas para depilar o patrimônio público – palavras sempre serão exaltadas e bom tom no recinto pelos nobres Edis – “NÃO - quando é pra esconder a roubalheira, corrupção e investigação” e “SIM – quando é favorável a adicionais de verbas, e somas para aumentar valores”.

Infelizmente não é só em GIBI que se vê estória em quadrinhos dos “Irmãos Metralha”, aqui em São Miguel do Iguaçu também temos histórias, mas esta é real. E está sendo divulgada em todas as mídias regionais, só que nas páginas policiais.

 A direção

Acesse também a fanpage (facebook)

 

 
11082019200120
 

Notícias mais lidas

Mais notícias